quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

As Ruinas do Carmo


(Olympus E-500;Obj. 70-300 mm; f:11; 1/320s)

O Convento do Carmo, em Lisboa, data de 1389 e foi mandado executar por D. Nuno Álvares Pereira, um general português que mais tarde ali se integraria.
De estilo gótico, foi construído por fases até 1423. O grande terramoto de 1 de Novembro de 1755 o viria a destruir e incendiar. Parte do mesmo seria, mais tarde, reconstruído no reinado de D. Maria I mas as suas linhas originais não foram respeitadas. Essa ala é actualmente ocupada pelo Comando da GNR.
No que se refere à igreja, permanece em ruínas a testemunhar o trágico movimento tectónico.
Quando da Revolução de 25 de Abril de 1974, também conhecida por Revolução dos Cravos, o então Presidente do Concelho Marcelo Caetano, ali se refugiou com as suas tropas fieis. Foi lá também que o então Capitão Salgueiro Maia, comandante das tropas revoltosas, os cercou e prendeu.

1 comentário:

  1. gosto muito deste enquadramento e do equilibrio das cores!

    Até breve.

    ResponderEliminar